Com vocês, a Fräulein…

Assistimos a três programas sobre a Rússia hoje (dois ótimos episódios de “O Último Trem Para a Rússia”, da ESPN, que eu recomendo, e “As Matrioskas”, da GNT) e em ambos a pauta passava por… matrioskas. Dai lembrei da Fräulein, essa bela matrioska que eu trouxe para a Lili quando estive em Berlim pela primeiraContinue lendo

Eu e Lygia

Uma das melhores cervejas que bebi em 2017 (Dádiva Quatro Graus Entomology, medalha de ouro dos últimos 30 dias) acompanhada de um dos dois livros que me viciou na leitura (o outro, na verdade, foram os primeiros volumes de uma série: “Para Gostar de Ler“): “Seleta”, uma coletânea de contos da Lygia Fagundes Telles (editadaContinue lendo

Quero…

Domingo à noite… e cansaço. Mas até que consegui fazer um bocado de coisas que havia me proposto a fazer na semana que passou: revi alguns Wong Kar-Wai (que renderam a segunda postagem sobre filmes do cineasta, agora focada nos desencontros românticos), fui ao Jazz na Fábrica assistir Eddie Allen distribuir bom humor e boaContinue lendo

Um disco de presente: Outras Histórias

Nesses tempos de crise, desemprego, freelas raros e projetos que demoram meses pra se concretizar, a grana está curtíssima e, evidentemente, tenho comprado raríssimos CDs (vinis então, vixi, não lembro quando foi o último). Quem já entrou na sala aqui de casa sabe que gosto “um pouquinho só” dessa coisa toda, e mesmo com todoContinue lendo