Ouvindo… Unplugged MTv

Já contei algumas vezes: simplesmente amo sessões de rádios, programas de TV, versões demo, raridades e coisas desse tipo. Não a toa, os três álbuns que mais ouvi no último mês (segundo minha LastFM) são as versões completas de “More Blood, More Tracks”, de Bob Dylan, “R.E.M. at The BBC” e “The White Album [50th Anniversary Super Deluxe Edition]” (sobre este último estava contando a um amigo do momento maravilhoso que é viver com um bebê de poucos dias em casa ao mesmo tempo que um disco “novo” dos Beatles também nasce, que sensação boa!). E, outro parêntese, nunca entendi como a indústria nacional nunca investiu nisso das sessões de rádio, tipo, o acervo do “Estúdio Transamérica” tinha tudo para render discos fodas e ser um “John Peel” tupiniquim. Paciência. Bem, no meio da madrugada, enquanto editava no Scream & Yell a entrevista que o Leonardo Vinhas fez com o Dave Pirner, do Soul Asylum, me lembrei da versão maravilhosa de “Somebody To Shove” em arranjo de cordas num Acústico MTv, 1993. Nunca cheguei a assistir o “Acústico MTv” do Soul Asylum na integra, mas essa versão de “Somebody To Shove”, presente na coletânea “The Unplugged Collection – Volume One”, é um dos grandes momentos musicais dos anos 90. Sério. Assista abaixo e cuidado para não viciar. O fato é que essa série de coletâneas “Acústico MTv” rendeu quatro álbuns com muita coisa boa que não chegou a ganhar lançamento solo, tipo Chris Isaak, R.E.M., Tori Amos, Elton John, k.d. Lang, Oasis, Elvis Costello e The Cure, além de momentos sublimes de Neil Young (“Like a Hurricane”), Stevie Ray Vaughan (“Pride and Joy”), Eric Clapton (“Layla”), Bob Dylan (“Like a Rolling Stone”) e Jimmy Page & Robert Plant (“Battle of Evermore”). Dentre as 67 versões presentes nestes quatro CDs (ainda há Alanis, Lenny Kravitz, Rod Stewart num dos melhores Unpluggeds, Annie Lennox, Sting, Kiss, Alice in Chains e Bjork, entre tantos), a do Soul Asylum é minha favorita. Então play.

Deixe um comentário