Random header image... Refresh for more!

Posts from — fevereiro 2012

Da Bélgica: Leffe Bière de Noel e Leffe 9º

leffe450.jpg

 Quatro rótulos mais conhecidos da conceituada Abadia de Leffe já passaram por aqui (as excelentes Leffe Blond, Leffe Brown, Leffe Radiuse e Leffe Tripel) e agora é a vez de outras duas representantes menos comuns (mas tão boas quanto) da cervejaria belga provocarem o paladar: a afrancesada e natalina Leffe Bière de Noël (também conhecida como Kerstbier) e a adocicada e alcoólica Leffe 9º.

A Leffe Bière de Noel é sazonal e, como o próprio nome entrega, especial para festas natalinas. Extremamente condimentada, o aroma é uma mistura de especiarias (notadamente cravo e pimenta do reino) com amêndoas, caramelo e… areia. O paladar é dulcíssimo (até demais) com leves pitadas de amargor que fazem com que seus 6,6% de graduação alcoólica desapareçam (mas o álcool está ali… cuidado). Uma bela cerveja indicada para acompanhar bons queijos e, segundo o site oficial, magret de pato.

A versão 9º da Leffe é uma cerveja de alta fermentação que replica várias características de outros rótulos da cervejaria: o aroma aerado e condimentado devido a especiarias, uma das principais marcas da Leffe, marca presença de forma densa e esconde os 9% de álcool. Há ainda algo de malte de caramelo. Diferente das outras Leffe, porém, o álcool aparece no paladar, de forma delicada, mas presente. Ele está ali de mãos dadas com o malte de caramelo em uma cerveja leve (apesar da alta quantidade de álcool) que começa adocicada e termina do mesmo jeito (com final marcado por pêra e banana).

Em alguns momentos, a Leffe 9º lembra a brasileira Wäls Quadruppel, que, no entanto, é um pouco mais picante (devido a cachaça e a seus 11% de graduação alcoólica). O exemplar belga é mais licoroso e comportado, mas ainda assim bastante interessante. Com estas duas cervejas da família Leffe chegamos a seis rótulos faltando ainda a Leffe Ruby (uma fruit beer de framboesa) e a sazonal Printemps (que circula no verão europeu). Calma que a gente chega lá.

Por ser sazonal, a Leffe Bière de Noel costuma ser encontrada no mercado entre outubro e fevereiro, mas sua validade extensa (essa garrafa da foto era válida até junho de 2013) permite que ela esteja na prateleira durante vários meses. Porém, tanto ela quanto a 9º não são encontráveis com tanta facilidade em supermercados no Brasil sendo mais indicado procura-las em sites como o Clube do Malte e/ou empórios.  O preço (no Brasil) é mais puxado: entre R$ 17 e R$ 20.

Leffe Bière de Noel
– Produto: Speciality
– Nacionalidade: Bélgica
– Graduação alcoólica: 6,6%
– Nota: 3,51/5

Leffe 9º
– Produto: Belgian Golden Strong Ale
– Nacionalidade: Bélgica
– Graduação alcoólica: 9%
– Nota: 3,92/5

Leia também
– Cinco pubs de cervejarias nos EUA, por Mac (aqui)
– Top 100 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leffe Blond, Brown, Radiuse e Tripel, por Mac (aqui)

fevereiro 6, 2012   No Comments

O minimalismo e o rock and roll

ruido.jpg

“O Resto é Ruído – Escutando o Século XX”, de Alex Ross, é o melhor livro sobre música que li em toda a minha vida (edição brasileira da Companhia das Letras -> aqui). A primeira página relembra a primeira exibição da ópera “Salome”, de Richard Strauss, em 1906. Bem mais pra frente (após duas guerras mundiais, uma guerra fria, jazz, tonalidade, dodecafonia, Beatles e Stockhausen – um cem número de passagens interessantes que vão necessitar serem revistas em uma segunda leitura com o site do livro de apêndice), na página 532, Alex Ross versa sobre o minimalismo e o rock and roll. O que dá uma pequena ideia da grandiosidade de “O Resto é Ruído – Escutando o Século XX” é você imaginar que todos os nomes do primeiro parágrafo abaixo foram dissecados antes em longos capítulos do livro:

“O minimalismo não é tanto a história de um tipo de som, mas de uma cadeia de eventos. Schoenberg inventou a dodecafonia; Webern encontrou um silêncio secreto em seus padrões; Cage e Feldman abandonaram as sequencias e enfatizaram o silêncio. Young diminuiu o ritmo da sequencia e a tornou hipnótica. Riley sistematizou o processo e lhe conferiu profundidade de campo; Glass imprimiu um momentum motorizado. O movimento não parou por ai. A partir dos anos 60, uma pequena legião de artistas populares, encabeçada pela banda Velvet Underground, levou a proposta minimalista ao grande público. Como Reich declarou mais tarde, havia uma “justiça poética” nessa mudança de papéis: assim como ele outrora se sentira fascinado por Miles Davis e Kenny Clarke, personalidades do pop em Nova York e Londres passaram a se embevecer de seu trabalho.

Às vésperas de sua revolução gradual, Reich tinha um bocado de música pop soando em seus ouvidos. Ele não ouvia apenas jazz, mas também rock e r&b. Em uma entrevista, ele citou duas canções dos anos 60 que faziam a gesticulação minimalista se concentrar em apenas um acorde: “Subterranean Homesick Blues”, de Bob Dylan, e “Shotgun”, de Junior Walker. (A sua) “It’s Gonna Rain” tem algo em comum com “A Hard Rain’s a-Gonna Fall”, de Bob Dylan, que combina profecia bíblica com a angústia da era atômica num hino que anuncia um juízo final iminente.

O Velvet Underground surgiu na forma de uma conversa musical entre Lou Reed – um poeta transformado em compositor com uma voz dolorida e decadente – e John Cale, o sonolento violonista do Theatre of Eternal Music de La Monte Young. O início da carreira de Cale dá uma boa visão do panorama do horizonte musical do final do século XX: ele estudou no Goldsmiths College em Londres com Humphrey Searle, um discípulo de Webern; mudou para composição conceitual ao estilo de Cage, do Fluxus e de La Monte Young; chegou aos EUA com uma bolsa de estudos para Tanglewood; provocou lágrimas em madame Kussevítskaia ao realizar um trabalho que exigiu a destruição de uma mesa com um machado; foi para Nova York com Xenakis; fez sua estreia tocando no espetáculo de John Cage para “Vexations”, de Satie; e acabou entrando para o conjunto de Young. Em sua autobiografia, Cale afirma que um de seus deveres era conseguir drogas para as apresentações do Eternal Music. Consta que as transações eram conduzidas por um código musical: “seis compassos de sonata para oboé” significava “seis onças de ópio”.

Lou Reed entrou em cena em 1964. Na época estava compondo canções kitsh para uma compania fonográfica chamada Pickwick Records. Por razões que até hoje permanecem obscuras, a Pickwick contratou três músicos da Eternal Music – Cale, Tony Conrad e o baterista e escultor Walter De Maria – para ajudar Reed na apresentação do que deveria ter sido uma novidade de sucesso chamada “The Ostrich”. O plano não deu em nada, mas os músicos da Eternal Music se deram bem com Lou Reed, que estava conduzindo experiências independentes com novos temas e modos. A primeira banda de Reed e Cale chamava-se Primitives. Pouco mais tarde, com Sterling Morrison na guitarra e o percussionista do Eternal Music Angus MacLise na bateria, eles viriam a ser o Velvet Underground.

A principio o Velvet se especializou em happenings e filmes underground. Depois o grupo começou a fazer shows de rock convencional. MacLise desistiu, recusando qualquer formato que o obrigasse a começar e parar em um momento especifico da música. Foi substituído por Maureen Tucker, baterista com um rígido toque minimalista. Um show na véspera de ano novo de 1965 chamou a atenção de Andy Warwol, que se ligou à banda num evento multimídia chamado Exploding Plastic Inevitable. Finalmente um álbum foi lançado em 1967, com algumas músicas cantadas pela modelo alemã Nico com sua voz de boneca. “The Velvet Underground & Nico” vendeu mal na época, mas hoje é reconhecido como um dos mais brilhantes e ousados disco de rock já gravados.”

fevereiro 5, 2012   No Comments

Europa 2012: Primeiro rascunho de viagem

Está complicado combinar tudo. As datas certas são as listadas abaixo. Depois, várias possibilidades. O que é certo: que terei que combinar um show do Tom Petty, um do Bruce Springsteen e um do Lou Reed… e ainda tem Black Sabbath

24/05 – Londres – Elvis Costello (Royal Albert Hall)
25/05 – Londres – I’ll Be Your Mirror
26/05 – Londres – I’ll Be Your Mirror
27/05 – Londres – I’ll Be Your Mirror
28/05 –
29/05 –
30/05 – Barcelona – Primavera Sound
31/05 – Barcelona – Primavera Sound
01/06 – Barcelona – Primavera Sound
02/06 – Barcelona – Primavera Sound
03/06 – Barcelona – Primavera Sound
04/06 –
05/06 –
06/06 –
07/06 –
08/06 –
09/06 –
10/06 –
11/06 –
12/06 –

Possibilidade 1
28/05 – Metallica Plays Black Album – Bélgica
29/05 – Soundgarden – Paris / Black Sabbath – Noruega
06/06 – Lou Reed – Luxembourg, LU @ Rockhal
07/06 – Bruce Springsteen – Milão
10/06 – Tom Petty – Hamburgo

Possibilidade 2
28/05 – Metallica Plays Black Album – Bélgica
29/05 – Soundgarden – Paris / Black Sabbath – Noruega
07/06 – Bruce Springsteen – Milão
08/06 – Lou Reed – Nyon, CH @ Caribana Festival
10/06 – Tom Petty – Hamburgo

Possibilidade 3
28/05 – Metallica Plays Black Album – Bélgica
29/05 – Soundgarden – Paris / Black Sabbath – Noruega
06/06 – Lou Reed – Luxembourg, LU @ Rockhal
08/06 – Tom Petty – Cork
10/06 – Bruce Springsteen – Florença

Possibilidade 4
28/05 – Bruce Springsteen – Pinkpop – Holanda
29/05 – Soundgarden – Paris / Black Sabbath – Noruega
06/06 – Lou Reed – Luxembourg, LU @ Rockhal
10/06 – Tom Petty – Hamburgo

Datas
28/05 – Big Star Plays Third – Londres
28/05 – Bruce Springsteen – Pinkpop – Holanda
28/05 – Soundgarden – Rockhal – Holanda
28/05 – Metallica Plays Black Album – Bélgica
29/05 – Soundgarden – Paris – Le Zenith
29/05 – Black Sabbath – Bergen – Noruega
04/06 – Black Sabbath – Dortmund – Alemanha
06/06 – Black Sabbath – Praga – República Tcheca
06/06 – Lou Reed – Luxembourg, LU @ Rockhal
07/06 – Bruce Springsteen – Milão
07/06 – Tom Petty – Dublin
08/06 – Tom Petty – Cork
08/06 – Lou Reed – Nyon, CH @ Caribana Festival
09/06 – Lou Reed – France, FR @ Montereau Festival
10/06 – Tom Petty – Hamburgo
10/06 – Black Sabbath – Download Festival – Reino UNido
10/06 – Bruce Springsteen – Florença
11/06 – Lou Reed – Paris, FR @ Olympia
12/06 – Bruce Springsteen – Triste

fevereiro 4, 2012   No Comments

Download: 48 podcasts Scream & Yell

levis1.jpg

Parece que foi ontem. Começamos a gravar programas semanais na @radiolevis, com supervisão do @eduparez, e nem sabíamos montar o programa direito. Há, por isso, uma grande evolução conforme os programas foram gravados (mas nem tanto assim, já que estouramos o áudio várias vezes durante o percurso – o #48 é um bom exemplo), e falando por todos – eu, @tiagoagostini@marcot_ e @ttrigo – nunca deixamos de nos divertir nas gravações.

Alguns programas foram baixados 60 vezes. Um deles, mais de 800. O ano de 2012 é uma grande incógnita para todos nós, e por isso o programa ficará em stand bye, mas pretendemos gravar mais duas edições para fechar 50 programas. Por enquanto, abaixo, os 48 gravados estão disponíveis para download incluindo o inédito programa piloto, beeem tosco.

Queria agradecer imensamente a todos os convidados que toparam rir e falar bobagens com a gente (@renato_moikano,  @rodrigosalem,  @rlevino,  @leodiaspereira,  @noacapelas e  @murilobasso). E principalmente agradecer a todo o pessoal da Levis, em especial a @marianacobra e @eduparez, pelo carinho, apoio e confiança. Calma, ainda não acabou. E ainda assim, a gente tira uma folga, mas a Levis Music continua a toda.

#00 http://www.mediafire.com/?baibehmjpinlfdw (Piloto)
#01 http://www.mediafire.com/?lb3wfloom45l416
#02 http://www.mediafire.com/?1mrv4zqg3zc13ll
#03 http://www.mediafire.com/?35r69f0p8texy3o
#04 http://www.mediafire.com/?c866k74g86l753u
#05 http://www.mediafire.com/?nyci4hdtkoou3ol
#06 http://www.mediafire.com/?qlguqy1f8p3jsq0
#07 http://www.mediafire.com/?t4td1d512bs63dt
#08 http://www.mediafire.com/?2qwyzum52hcr435
#09 http://www.mediafire.com/?eo1s5b7etauq17z
#10 http://www.mediafire.com/?2l69n6bk04h3rbw
#11 http://www.mediafire.com/?eicfio43xmxh4bn
#12 http://www.mediafire.com/?2fey7rztshadeg7
#13 http://www.mediafire.com/?p69k1qimr2oidra
#14 http://www.mediafire.com/?6z44xdrkn95uudp
#15 http://www.mediafire.com/?ht2795zpzh5e7t7
#16 http://www.mediafire.com/?aj67ehck8j1a12r
#17 http://www.mediafire.com/?r3aeoa68gnb84l9
#18 http://www.mediafire.com/?z35g3m4jvjk4d82
#19 http://www.mediafire.com/?8nzwu70p67kumay
#20 http://www.mediafire.com/?0gcl832ak8y3ghw
#21 http://www.mediafire.com/?dck8o6d23rk8kh3
#22 http://www.mediafire.com/?7n3gkf113tas5y2
#23 http://www.mediafire.com/?48rzwp8e08bb15a
#24 http://www.mediafire.com/?6vk975z5zp84dgt
#25 http://www.mediafire.com/?h91j4ubwqk57by8
#26 http://www.mediafire.com/?az8zqdxta6w4t6e
#27 http://www.mediafire.com/?di0lc61c6rxve1l
#28 http://www.mediafire.com/?x2t4e8ddp0wfo2t
#29 http://www.mediafire.com/?3fuhfo4bio29w8l
#30 http://www.mediafire.com/?xbnx1m4g0c4em7y
#31 http://www.mediafire.com/?uzb4zp62n0o47ms
#32 http://www.mediafire.com/?6cucwjbto9qnl3u
#33 http://www.mediafire.com/?nhbyuyu444ngctp
#34 http://www.mediafire.com/?hsfi11qcyna46t1
#35 http://www.mediafire.com/?17owvmr23vxg7y6
#36 http://www.mediafire.com/?4drmvnxw7si1ve4
#37 http://www.mediafire.com/?v5ks4qsmzjt8sdb (só músicas)
#38 http://www.mediafire.com/?8ebmfca1tcgb1zg
#39 http://www.mediafire.com/?n97lek47994kuvv
#40 http://www.mediafire.com/?fea83tfxryul787
#41 http://www.mediafire.com/?l16k818rleddv2s 
#42 http://www.mediafire.com/?wvecz71dmv8hmu4
#43 http://www.mediafire.com/?g49olyt930p4i28
#44 http://www.mediafire.com/?rlnp4i9wr17j2vz
#45 http://www.mediafire.com/?dce28pqjzzqb19i
#46  http://www.mediafire.com/?0bpga9bkifif50l
#47 http://www.mediafire.com/?e724c29c4eu4szq
#48 http://www.mediafire.com/?ewjhm34gkt1hlyc

fevereiro 3, 2012   No Comments