Beatles - Antologia
( Editora Cosac & Naify - 367 pág.)
 por Tatiana Tavares

Para iniciados ou não


Não precisa ser beatlemaníaco ou expert em rock n`roll para ter certeza da importância que os Beatles tiveram na música mundial e o quanto ainda influenciam gerações de compositores e músicos. Mas neste Natal, os beatlemaníacos ganharam seu presente antecipado. Acaba de chegar às livrarias brasileiras "Antologia", uma biografia minuciosa da obra e vida dos eternos garotos de Liverpool, escrita pelos próprios John, Paul, George e Ringo. Recheado de fotos e depoimentos inéditos do quarteto e de quase todo mundo que, de alguma maneira, esteve envolvido com a banda em sua curta e demolidora carreira, o "tijolão", que tem nada menos que 367 páginas chega ao mercado nacional custando R$ 150. O preço pode parecer salgado em tempos de vacas magras mas uma coisa certa: a obra, editada pela Cosac & Naify, vale cada um destes centavos. 

Os textos atribuídos a Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr foram extraídos de entrevistas concedidas especialmente para o projeto, além de programas de rádio e TV que compuseram a série "Anthology", que foi ao ar na Inglaterra. As falas de John Lennon foram pesquisadas ao longo dos anos e compiladas de entrevistas a revistas e jornais encontrados em bibliotecas, arquivos públicos e privados e museus. 

O livro aborda uma década - de 1960 a 1970 - contando em detalhes toda a trajetória da banda, desde seu nascimento, passando pelas principais influências, períodos difíceis de amadurecimento e o sucesso propriamente dito. Estão aqui as turnês e toda a histeria que acompanhava os shows pelos Estados Unidos e Europa, assim como os filmes que ajudaram a aumentar a popularidade do grupo no resto do mundo. As divergências entre os integrantes, as crises e a posterior dissoluçãoo do quarteto também fazem parte desta história que traz para o papel os oito volumes em vídeo da série "Anthology". 

Como se tudo isso não bastasse, a obra ainda traz a discografia completa e comentada pelo grupo. Gravações raras, as clássicas sessões na BBC e as influências e trabalhos pessoais anteriores aos Beatles também compõem o livro que tem capa dupla e uma produção impecável. Não se trata de um material específico para os fãs. Pelo contrário, uma ótima oportunidade para quem não tem dimensão da importância de Lennon e companhia para o rock mundial conhecer a saga do grupo. O relacionamento com o produtor George Martin e seu poder de influência sobre eles um dos destaques da obra. 

Para entender os Beatles

As quase 400 páginas são divididas por períodos que correspondem s v rias fases pelas quais a banda passou, apesar de sua carreira relativamente curta. Na primeira parte, "Antologia" apresenta uma biografia de cada integrante, apresentando as características do ambiente familiar onde cada um vivia, sua ligação com a música e o que estava acontecendo em Liverpool na época em que os quatro eram adolescentes, o que dão ao leitor a idéia clara de como era a cidade e sua vida cultural. 

O livro apresenta a narração em clima de bate-papo entre amigos na mesa de um bar, onde cada um conta sua versão dos fatos, o que oferece mais de um ângulo sobre a mesma situação. Entre as curiosidades estão  o processo de composição de cada um e como funcionavam coletivamente. O entendimento musical entre os quatro, ao contrário do que aconteceria alguns anos depois com os relacionamentos pessoais, sempre foi perfeito e no estúdio eles eram os mestres. 
As experiências com drogas e a depressão causada pela cobrança da opinião pública e a pressão da mídia também são um capítulo a parte. O envolvimento com as drogas outro momento curioso do livro, já  que este nunca foi um assunto esmiuçado quando se fala em Beatles. Drogas  pesadas faziam parte dos costumes dos quatro e de toda a trupe que os acompanhava. 

As ilustrações não se restringem apenas as fotos. Programas e roteiros de shows, cartazes promocionais, panfletos e desenhos feitos por John dão mais vida à obra que traz ainda rascunhos de letras e partituras de algumas das canções mais famosas do grupo. Há  fotografias de cada um dos integrantes com suas respectivas esposas e família, além de registros de shows, filmagens, gravações e turnês. Até os quartos dos principais hotéis em que costumavam se hospedar ganharam seu espaço. 

Tudo isso avaliza "Antologia" como uma rica fonte de pesquisa e,  claro, entretenimento e diversão. A partir da leitura deste livro, é possível compreender melhor também a trajetória de bandas que vieram muito depois deles, como o caso dos ingleses do Oasis, que nunca esconderam sua admiração e sempre tiveram os quatro como espelho. 


Textos relacionados 

Não confiem em 1 - por Alexandre Matias
Beatles, Beatles e mais Beatles - por Marcelo Orozco
Uncut 50 - por Alexandre Petillo
A biografia autorizada de Paul McCartney - por André Luiz Fiori
Os reis do iê-iê-iê - por Marcelo Orozco e Manuela Colla
Lembranças de Lennon - por Alexandre Petillo